REDE COLABORATIVA DE APRENDIZAGEM - A SEDUC-Tocantins por meio da Gerencia de Novas Tecnologias Aplicadas a Educação e NTEs tem por objetivo central:
•promover a inclusão digital dos professores e gestores escolares;
•dinamizar e qualificar o processo de ensino e de aprendizagem com vistas à melhoria da qualidade da educação básica.

11 de set de 2016

Diferentes formas de abordar a informática em sala de aula

 

Infelizmente são poucas as escolas que oferecem aos alunos aulas de informática, por esse motivo os professores não encontram muitas dicas e conteúdos dessa matérias para ajudar no ensino e dentro da sala de aula. Se você é professor de informática e quer aprender novas formas de abordar a informática na escola, acompanhe nosso artigo.
Para começar é importante ensinar o básico, você não precisa ensinar a ligar o computador ou abrir um programa, isso toda criança e adolescente já sabe, mas o básico de como criar uma capa de trabalho ou fazer margem nas regras da ABNT, por exemplo, é importante e vai ajudar os alunos. É importante que você crie um cronograma para facilitar, anote tudo o que você achar necessário ensinar aos alunos e monte um cronograma a partir disso. Vamos mostrar alguns pontos importantes que você deve ensinar também.

Qual a importância de dar aulas de informática

Dependendo da idade da sua turma, muita coisa os alunos já vão saber, mas você, como professor de informática, não pode ensinar só o básico e o que eles sabem. Atualmente, as crianças já crescem sabendo ligar um computador e entrar na internet, mas a função dessa máquina vai muito além.
Saber usar as ferramentas do computador, saber como ele funciona e como trabalhar nos programas mais básicos que existem é necessário até mesmo para o mercado de trabalho. Se uma pessoa não sabe usar o Excel, por exemplo, pode encontrar dificuldades para conseguir um emprego na área de finanças que usa muito o programa. Essa é uma situação muito simples que mostra a importância de ensinar informática na sala de aula.
Por isso, se você é professor de informática, não deixe seus alunos a vontade e brincando durante a aula, eles precisam ter aula de verdade, eles precisam aprender e, quanto mais programas souberem usar, melhor será. Por isso, vamos mostrar o que você pode ensinar para seus alunos e o que é importante para a formação acadêmica e profissional deles.
Para começar você deve pensar na idade dos seus alunos, as crianças podem aprender o básico de um programa como Word, os maiores podem ter aulas mais avançadas, o cronograma que você vai fazer deve ser pensado para cada idade. Se o projeto de informática na sua escola começou agora é importante avaliar também o que será ensinado ao longo dos anos, os alunos não podem aprender sempre a mesma coisa, a informática tem um universo muito amplo e você, como professor, deve explorar juntamente com os alunos.
Os conteúdos que não podem faltar nas aulas de informática são como usar Word, Excel, Power Point, bloco de notas e programas nesse estilo, você pode começar com o básico e, no decorrer dos anos, avançar. É interessante também mostrar como deve ser feito um trabalho, como fazer uma capa e como colocar tudo segundo as regras da ABNT. Ensine também qual a melhor forma de fazer uma apresentação no Power Point, tudo isso vai ajudar seus alunos.
Aborde também temas importantes como internet e redes sociais, suas aulas não precisam ser sempre na sala de informática, alguns assuntos podem ser abordados na sala de aula comum mesmo. Assuntos como conversar com desconhecidos pela internet, divulgação de informação pessoal, entre outras coisas também podem ser abordadas nas aulas de informática. O seu papel como professor de informática vai muito além do que imagina.
Esse é um dos motivos da informática ser tão importante na escola. Você pode abordar essa matéria de diferentes formas, pode ensinar como usar um programa, pode falar sobre assuntos que envolvem a informática como o que citamos acima e pode até falar sobre profissões que estão relacionadas a ela. O nicho é muito grande, tudo vai depender da sua criatividade para montar um cronograma legal e atrativo para seus alunos.

Pode ter certeza que a aula de informática será muito bem aceita pelos alunos e até os pais. Se ficou alguma dúvida não deixe de compartilhar conosco, se você é professor e já ensina essa matéria na sua escola, conte o que ensina e como foi a experiência com os alunos.

http://nteportonacional.blogspot.com.br/

 Fonte: http://canaldoensino.com.br/blog/diferentes-formas-de-abordar-a-informatica-em-sala-de-aula, em 08 de agosto de 2016.
Elaboraçao da Avaliação Diagnóstica, realizada por professores e alguns coordenadores pedagógicos, articulados pela Diretora Regional Jane de Cassia, como tambem os Tecnicos deCurriculo, de Formação e Supervisão da DRE..
A Avaliação será reealizada dia 15 de setembro a alunos.de Ensino Fundamental e ja no Ensino Medio será um Simulado, o qual acontecerá dia 30 desetembro.

P.P.P. e as TICs             http://ntedreparaiso.blogspot.com.br/p/ppp.html


SUGESTÕES DE AÇÕES PARA O PPP DAS ESCOLAS EM /2014
(TECNOLOGIAS NA SALA DE AULA)
O Projeto Político Pedagógico das escolas é um marco orientador de todo o processo educativo. No PPP constam ações referentes a todas as dimensões que permeiam o espaço escolar. Assim as tecnologias não podem ficar de fora. Deve-se inserir no PPP desde todo o aparato tecnológico existente na UE como as ações pedagógicas e as ações de gestão de tecnologias. Segue algumas ações que foram pensadas pelo formador do NTE.
1.    Utilizar os recursos das tecnologias da informação e comunicação para dinamizar o ensino nas diversas áreas do currículo;
2.    Utilizar os jogos presentes nos Projetores Proinfo e nos computadores da sala de informática;
3.    Subsidiar as aulas de matemática através de jogos, simuladores, planilhas, gráficos disponíveis nos computadores e web;
4.    Utilizar os recursos multimídias para resolução de problemas on-line e/ou simulações – desafios matemáticos, etc.
5.    Consultar informação na web em sites seguros como, consulta de enciclopédias, dicionários, ferramentas de buscas, portais do MEC e do Governo, de universidades, etc.
6.    Utilizar os suportes multimídia para Produção de apresentação de trabalhos dos alunos;
7.    Incentivar atividades investigativas e desenvolvimento de projetos de iniciação científica;
8.    Fazer uso do Software Hagá Quê ou similar para produção de história em quadrinho;
9.    Subsidiar as aulas de língua estrangeira através de áudio e vídeo e sites que favoreçam o ensino;
10. Utilizar as tecnologias para produção de jornais informativos;
11. Incentivar os alunos na produção multimídia (imagem, texto, vídeo, som) com conteúdos educativos;
12. Incentivar os professores a utilização de software específico de suas disciplinas.
13. Incentivar professores a publicação na web de conteúdos educativos: construção de páginas, blogs, wikis, etc.;
14. Utilizar a metodologia de pesquisa orientada: webquests, caça ao tesouro on-line, viagens virtuais ou outras, etc..
SUGESTÃO DE AÇÃO PARA GESTÃO DE TECNOLOGIA

  1.  Orientar e acompanhar semanalmente o planejamento dos professores para enriquecer a prática pedagógica com a utilização dos diferentes recursos tecnológicos pelos professores nas diversas áreas do currículo (coordenador);
  2.  Garantir o uso do laboratório de informática por todos os alunos, propiciando a inclusão digital e social;
  3.  Garantir o uso dos kits multimídias por todos os professores: (Projetor Proinfo, Data Show, Lousa Digital);
  4. Garantir o uso do laptop do Prouca nas aulas, pelo menos uma vez por semana; (onde tiver)
  5. Garantir o uso do tablete educacional nas atividades de sala de aula; (onde tiver);
  6. Oferecer capacitação tecnológica para os professores por meio de oficinas temáticas;
  7.  Incentivar a formação continuada dos professores nos cursos do Proinfo Integrado;
  8. Realizar manutenção dos equipamentos tecnológicos periodicamente; 
  9. Incentivar a prática do uso dos repositórios de conteúdos digitais sugeridos pelo MEC: Portal do Professor, Rede de objetos educacionais do MEC, TV Escola, e domínio público.
  10. Fazer uso dos softwares livres (gratuitos) nos computadores do laboratório de informática;
  11. Garantir o uso dos Projetores Proinfo por todos os professores, nas diversas áreas do currículo.
  12. Criar um mural informativo com sugestões de site e de atividades com uso de tecnologias – expor no labin ou sala dos professores;
  13. Utilizar instrumento de registro do uso dos recursos tecnológicos;
  14. Enviar relatório para a DRGF trimestralmente sobre o uso pedagógico das tecnologias e a situações dos equipamentos tecnológicos da U.E.;
  15. Enviar evidência de ação de sucesso com foto para o NTE para que este possa enviar para publicação no portal da Seduc.
                                      Ações elaboradas pelo multiplicador do NTE e enviado às escolas, como sugestão.

1 de mar de 2016

O FILME - O MENINO E O MUNDO

 Veja o TRAILER do filme  que ate foi indicado ao Oscar,  o qual  mostra a visao de mundo de uma criança




1 de fev de 2016

Secretário de Educação reúne equipe a anuncia ações como a retomada de obras e mais investimentos .

29/01/2016 - Josélia de Lima/Seduc/Governo do Tocantins - See more at: http://seduc.to.gov.br/noticia/2016/1/29/secretario-de-educacao-reune-equipe-a-anuncia-acoes-como-a-retomada-de-obras-e-mais-investimentos/#sthash.Ry2FRDHj.dpuf
29/01/2016 - Josélia de Lima/Seduc/Governo do Tocantins - See more at: http://seduc.to.gov.br/noticia/2016/1/29/secretario-de-educacao-reune-equipe-a-anuncia-acoes-como-a-retomada-de-obras-e-mais-investimentos/#sthash.Ry2FRDHj.dpuf
29/01/2016 - Josélia de Lima/Seduc/Governo do Tocantins - See more at: http://seduc.to.gov.br/noticia/2016/1/29/secretario-de-educacao-reune-equipe-a-anuncia-acoes-como-a-retomada-de-obras-e-mais-investimentos/#sthash.Ry2FRDHj.dpuf
29-01-2015  Por Josélia de Lima SEDUC- Governo do  Tocantins
O secretário da Educação, Juventude e Esportes, Adão Francisco de Oliveira, reuniu-se com a equipe de diretores regionais de Educação, superintendentes, diretores e gerentes de programas, nesta sexta-feira, 29, para anunciar medidas e discutir ações para o ano de 2016. Entre os anúncios estão o estudo para a retomada das obras de escolas e mais investimentos em todos os setores da Educação.
Dentre as ações para este ano, está a realização do Salão do Livro, prevista para o mês de junho. A temática que norteará a Educação este ano será a mesma do Salão do Livro, Sustentabilidade e Educação, tendo como base a política de Educação Integral e Humanizada.
O secretário Adão Francisco explicou que os gestores educacionais devem pautar as ações tendo como base as oito microrregiões que compõem o Estado do Tocantins que são o Bico do Papagaio, Araguaína, Miracema, Jalapão, Porto Nacional, Rio Formoso, Gurupi e Dianópolis. “Essas regiões têm características homogêneas e, com isso, vamos poder reestruturar os trabalhos já que temos 13 Diretorias Regionais de Educação”, frisou Adão Francisco.
A diretora de Educação de Dianópolis, Jane de Cássia Ribeiro Maciel, saiu da reunião confiante que 2016 será mais produtivo. “Estou com muita expectativa de ser um ano muito positivo e isso motiva toda a equipe, principalmente nesse período de planejamento para o início das aulas”, frisou Jane.
29/01/2016 - Josélia de Lima/Seduc/Governo do Tocantins - See more at: http://seduc.to.gov.br/noticia/2016/1/29/secretario-de-educacao-reune-equipe-a-anuncia-acoes-como-a-retomada-de-obras-e-mais-investimentos/#sthash.Ry2FRDHj.dpuf

25 de jan de 2016

REA - RECURSOS EDUCACIONAIS ABERTOS






REA



























































REA|segunda-feira, janeiro 25, 2016











Videos
videos
Políticas Públicas
politicas

Mão na Massa

Usar / Buscar
Criar
Compartilhar
Iniciativas REA
Cursos e Oficinas
Mapa REA
mapa-rea






































12 de jan de 2016

SIGETEC


SIGETEC

É um sistema que gerencia a base de dados da gestão tecnológica, além de registrar informações de interesse público sobre as distribuições de equipamento dos Programas do Ministério da Educação. Neste contexto está disponível as informações de Banda Larga, Distribuições de Laboratórios de Informática e Kits de DVD. 
Neste mesmo ambiente o NTE registra todas as formações, cursos e oficinas realizadas nas escolas que estão voltadas para o aperfeiçoamento tecnológico.

Para verificar a distribuição de equipamentos do MEC para sua escola acesse:
e clique no menu CONSULTAS

22 de jun de 2015

Ensino médio público terá currículo mais flexível a partir de 2016

Clipping Educacional - DE SÃO PAULO
As escolas da rede pública de ensino médio do Estado de São Paulo passarão por um redesenhamento curricular a partir de 2016, com objetivo de flexibilizar o currículo e possibilitar que o aluno escolha as matérias de acordo com seus interesses.
O novo modelo proposto pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo pretende dar mais autonomia para o estudante, que poderá montar sua grade dos dois últimos ano da etapa, a partir de um catálogo de disciplinas optativas, que vão de ciência a teatro. O currículo fechado, que é adotado atualmente, será mantido apenas no primeiro ano.
Inicialmente, o novo currículo será implantado em um número definido de escolas, que serão escolhidas pela adesão ao projeto. Depois, será disseminado nas cerca de 3,6 mil escolas estaduais paulistas.
Em entrevista ao jornal, o secretário Herman Voorwald disse que dar o poder de escolha aos alunos permite que eles estudem aquilo que pretendem seguir carreira e fiquem mais mais motivados.
Antes de ser adotada, a proposta passará por discussão pelo Conselho Estadual de Educação (CEE) no segundo semestre.
fonte: http://www1.folha.uol.com.br/

30 de abr de 2015

Sobre o mes de ABRIL



As "águas de março" já se foram, mas você sabia que existem muitos provérbios sobre o mês de abril em muitos países justamente por causa do tempo?

Por causa do tempo instável, o mês de abril é considerado "a diva dos meses" em várias regiões e em vários idiomas. Os alemães, por exemplo, dizem "April, April, der macht was er will" (Abril faz o que quer), e na Espanha, se diz "En abril, aguas mil". O mesmo se diz em Portugal: "Em Abril, chuvas mil". Ou seja, o mês de abril traz muita chuva para os países do sul da Europa. Já nos países onde se fala inglês, se usa o provérbio "April showers bring May flowers" (Chuvas de abril trazem flores em maio).

Na Itália, tudo gira em torno do guarda-roupa, claro: "Aprile, non ti scoprire" (Em abril, não se dispa). O mesmo se diz também na França: "En avril ne te découvre pas d'un fil", mas lá eles também sabem que: "En mai fais ce qu'il te plaît" (Em maio, faça o que você quiser).

Curta o mês de abril, onde quer que você esteja
e divirta-se, lendo nossa newsletter!
Lisa da equipe Babbel
Como dizer "Obrigado/a, mãe!" em 13 idiomas


"Obrigado/a, mãe!"

O Dia das Mães está chegando. O DIA especial no ano, em que muitos de nós aproveitamos para demostrar às mães nossa gratidão por tudo o que elas fazem por nós, com flores, bombons, presentes feitos à mão ou apenas passando tempo com elas. E, claro, com palavras carinhosas em um cartão!

Então, que tal fazer algo diferente este ano? Aqui, você aprende como dizer e escrever "Obrigado/a, mãe!" em outras línguas:

inglês: Thank you, Mom!
francês: Merci, maman !
espanhol: ¡Gracias, mamá!
italiano: Grazie, mamma!
alemão: Danke, Mama!
turco: Teşekkür ederim anne!
russo: Спасибо, мама! ("Spasibo, mama!", pronunciado: "Spasiba, mama!")
polonês: Dziękuję Ci mamo!
sueco: Tack mamma!
norueguês: Takk, mamma!
dinamarquês: Tak, mor!
holandês: Dank je wel, mama!
indonésio: Terima kasih, Ibu!

12 de abr de 2015

AUDIÊNCIA PÚBLICA DA EDUCAÇÃO - DIANÓPOLIS-TOCANTINS

VEJA O VIDEO POSTADO NO YOUTUBE

AUDIÊNCIA PÚBLICA DA EDUCAÇÃO - DIANÓPOLIS-TOCANTINS


Dianópolis sedia Audiência Pública para discussão do PEE

https://youtu.be/nIaJvdw_UTk   VIDEO NO YOUTUBE


Foto: Divulgação

Fonte: Ascom / Seduc

Postador: Laísa Praxedes

Dando continuidade à elaboração do Plano Estadual de Educação (PEE) 2015-2025, a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) realizou nesta sexta-feira, 10, a audiência pública – etapa regional no município de Dianópolis, no sudeste do Tocantins. A elaboração do PEE conta ainda com a coordenação do Fórum Estadual de Educação e da Comissão de Avaliação do Plano. Ao todo, participaram da audiência na Diretoria Regional de Educação de Dianópolis representantes dos nove municípios jurisdicionados a ela.


As Audiências Públicas da etapa regional de elaboração do PEE são realizadas nas 13 Regionais de Ensino do Tocantins e têm como finalidade fortalecer o debate e aprovar propostas a serem incorporadas ao Documento Referência que será a base para a construção do Plano. As propostas apresentadas durante os encontros visam atender às necessidades locais, regionais, estadual e as demandas da sociedade civil organizada, além de segmentos da educação e do poder público, garantindo assim um planejamento macro, para a educação do Estado do Tocantins, nos próximos dez anos.

A elaboração desse documento garante a participação de forma representativa da comunidade escolar e dos diversos segmentos da sociedade os quais estão ligados ao Sistema Educacional.  O principal foco do novo PEE são as metas consideradas prioritárias pelo atual Plano Estadual de Educação: integrar todos os níveis, etapas e modalidades da educação numa abordagem abrangente, com vistas a edificar o sistema estadual de educação, especialmente no tocante ao planejamento e gestão, avaliação, financiamento, formação inicial e continuada dos trabalhadores em educação, além da garantia das condições de oferta de ensino com qualidade social.

Para a diretora Regional de Educação de Dianópolis, Jane de Cássia Ribeiro dos Santos Maciel, a construção coletiva do Plano Estadual de Educação é uma forma eficiente de abranger todas as camadas da sociedade, interessadas em construir uma educação de qualidade.  “É uma imensa satisfação que a Regional de Educação sedie esta audiência, com a participação dos profissionais e pessoas dos diversos segmentos da sociedade de Dianópolis e cidades vizinhas para participar da Etapa Regional. É um momento de extrema relevância para a história do nosso Estado, tendo em vista que possibilita discutir e adequar o Documento Referência do Plano Estadual de Educação, com base na análise de cada eixo”, completou.


Na etapa de Dianópolis, participam representantes eleitos nas audiências municipais de todas as cidades que compõem aquela Regional. Entre os municípios estão:

 Almas,

Conceição,

Novo Jardim,

 Ponte Alta do Bom Jesus,

Porto Alegre do TO,

Rio da Conceição,

Taguatinga e 
Taipas do Tocantins.

Novas Turmas do Curso Introdução à Educação Digital no NTE Dianópolis

Entrega dos Certificados aosAlunos Monitores do Colégio João d'Abreu

Encontro Presencial dos Alunos Monitores em Dianópolis

Curso Introdução à Educação Digital - 40 Horas

Escolas da DRE Dianópolis são destaque no Prêmio de Referência em Gestão Escolar

Capacitações do Núcleo de Tecnologia Educacional de Dianópolis

Cursos E-Proinfo

Loading...